“Beije-me em Barcelona é uma história emocionante”, diz Sávio Lopes, autor de Deixe a Inglaterra Tremer

Mapa Interativo de Beije-me em Barcelona!
13 de julho de 2017
Conheça Lívia Corbellari, responsável por nossa assessoria de imprensa!
15 de julho de 2017
Show all

“Beije-me em Barcelona é uma história emocionante”, diz Sávio Lopes, autor de Deixe a Inglaterra Tremer

Mais do que um espectador do espaço físico em sua jornada, Isaque é um protagonista que toma importantes decisões e promove ações de forma a aproximá-lo e a concretizar a sua paixão não-platônica por Luísa. A história é cativante e emocionante, uma leitura que vale a pena!

Sàvio Lopes é autor de Deixe a Inglaterra Tremer e doutorando em Literatura pela Universidade de São Paulo (USP).

Beije-me em Barcelona conta a história de Isaque e Luísa no passado e no presente da narrativa. Isaque, um jovem brasileiro, encontra-se em Portugal em um intercâmbio de estudos e, por motivos que parecem fugir à simples casualidade, tem a oportunidade de reencontrar Luísa, sua ex-namorada, para as comemorações da virada de ano em Barcelona. Essa situação deixa o protagonista em um importante dilema para o desenvolver da história: retomar esse relacionamento interrompido, porém nunca esquecido, ou continuar em um namoro à distância que ele estava mantendo no Brasil.

Formalmente falando, trata-se de uma narrativa em forma autobiográfica com elementos de ficção. Esse realismo vivo é justamente um dos elementos que desperta o interesse, já que se trata de uma história comum, com experiências as quais podemos nos defrontar em momentos de estranhamento com culturas diferentes das nossas. O narrador descreve tudo com um olhar atento: as pessoas, as ruas, a arquitetura, a paisagem. Tudo isso é ambientado no contexto da Europa antiga, modernizada e plural. É por meio de descrições detalhadas das ações e do espaço que se tem essa sensação realista, que é muito bem apresentada no decorrer da história.

Primeiro e bem-sucedido romance de Sávio Lopes, Deixe a Inglaterra Tremer foi publicado através do selo Novos Talentos da Literatura Brasileira, da editora Novo Século.

O realismo, contudo, não impede que hajam momentos absurdos, os quais são tratados com senso de humor. São aqueles momentos que acontecem em nossas vidas em que pensamos “isso não está acontecendo”, mas, sim, eles são verossímeis e acontecem quando menos esperado. Em Beije-me em Barcelona é um amigo chato que lhe causa constrangimento, uma pessoa desconhecida que defeca no banheiro do hostel, uma noite de bebedeira e sentimentos difusos.

Em assuntos mais sérios e sentimentais, tudo é tratado com bastante delicadeza. A questão da decisão, do melhor caminho à tomar no âmbito amoroso aparece como central e é atraente para leitores que gostam de histórias românticas. Isaque é um personagem dividido, mas visivelmente apaixonado. Ao enxergar a sua história com distanciamento, parece absurdo que ele não tenha cedido desde o início, mas com as idas e vindas da narrativa no tempo, percebemos que a história é muito mais complexa do que parece.

Mais do que um espectador do espaço físico em sua jornada, Isaque é um protagonista que toma importantes decisões e promove ações de forma a aproximá-lo e a concretizar a sua paixão não-platônica por Luísa. A história é cativante e emocionante, uma leitura que vale a pena!

Fabio
Fabio
Fabio Paiva Reis é historiador, doutor pela Universidade do Minho, em Portugal. Natural de Vitória, Espírito Santo, voltou para o Brasil em meados de 2013, quando começou a se dedicar a projetos pessoais. Escreveu “Beije-me em Barcelona”, seu primeiro romance, e foi premiado em um Edital do Funcultura 2016, da Secult-ES. Fotógrafo amador e nerd assumido, Fabio é casado com Thais, com quem tem duas lindas gatas, Jade e Mimi.

Deixe um comentário