fundo parallax

Beije-me em Barcelona

A Serra das Esmeraldas
6 de julho de 2016

Todos já viveram um grande amor, mas poucos tiveram uma segunda chance.


O livro de estreia do escritor é baseado na história de amor e perdão entre ele e a esposa. Além do romance, o livro é também uma viagem cheia de detalhes pela Europa.

Esta é a história de Isaque, um jovem estudante que saiu de Vitória – ES para fazer um doutorado em Portugal. Ao descobrir que sua ex-namorada está na Espanha, ele faz uma visita e descobre que ainda a ama. Agora, indo passar a virada de ano em Barcelona, com ela e com novos amigos, Isaque se vê dividido entre ela e a namorada atual, entre aproveitar a oportunidade e o medo de machucá-la novamente, entre ser feliz e se sentir sozinho. Com um orçamento de estudante, Isaque tem menos de três dias para tomar a decisão que poderá mudar a sua vida.

"A narrativa de Beije-me em Barcelona não poderia ser mais prazerosa e agradável, além de simples e leve. Tudo ao mesmo tempo. A obra trata da retomada de um sonho, de uma história de amor e paixão. E é apaixonante."

Nildo Gomes (Um Conto de Inverno)

 
M uitas obras de ficção retratam diversos elementos da realidade por intermédio de personagens reais, focalizados em tempo e espaço definido. Quando a literatura imortaliza uma historia de amor então, a conjunção entre a imaginação e a veracidade sempre rende ótimas histórias. Isso, e muito mais, está em “Beije-me em Barcelona”, primeiro romance de Fabio Paiva Reis, que será lançado no dia 14 de julho, às 19h, na Kaffa Cafeteria, em Jardim da Penha, Vitória. A publicação foi premiada no Edital 006/2016 – Produção e Difusão de Obras Literárias do Funcultura, da Secretaria de Estado da Cultura (Secult). O livro será vendido pelo preço de R$ 20.

Inspirado após morar por dois anos em Portugal e finalizar o Doutorado em História, Fabio decidiu registrar os detalhes desta vivencia por meio do personagem principal, Isaque. A história começa com um réveillon em Barcelona, no qual ele descobre que Luísa, sua ex-namorada, está na Espanha, e tenta reconquistá-la ao mesmo tempo em que se vê dividido por ter uma namorada que reside no Brasil. Com um orçamento de estudante, Isaque tem menos de três dias para tomar a decisão que poderá mudar a sua vida.

Entre os vários encontros e desencontros do personagem, alguns dos mais belos cenários da Europa são reconstituídos pela riqueza de detalhes com que o escritor apresenta durante o romance. Semelhanças com o clássico “Persuasão” da escritora inglesa Jane Austen estão presentes pela narrativa simples e bem elaborada. Todo e qualquer sentimento platônico é facilmente reconhecido para quem for ler a obra.

Fortemente influenciado pelos acontecimentos, o escritor afirma que qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência “O livro enfatiza a relação com a minha esposa Thais. Ficamos seis anos separados e depois nos reencontramos na Europa e tudo aconteceu de forma muito romântica e inusitada. Desde que nos reencontramos, ouvimos as pessoas dizerem que a nossa história é digna de um livro”, explica Fabio.


"Promissora estreia de Fabio Paiva Reis, ao revelar a capacidade de nos tomar pela mão e, em meio às incertezas amorosas de um jovem par, fazer com que nos sintamos igualmente jovens a passear por ruas e becos e praças de um velho continente."

Mirian Cavalcanti (Femina, Feminae)
  • Mais do que um espectador do espaço físico em sua jornada, Isaque é um protagonista que toma importantes decisões e promove ações de forma a aproximá-lo e a concretizar a sua paixão não-platônica por Luísa. A história é cativante e emocionante, uma leitura que vale a pena! Leia mais...
    Sávio Lopes
    Deixe a Inglaterra Tremer
  • A primeira virtude de uma obra, para mim, é quando ela nos prende e manda ir em frente, para ver no que vai dar. A leitura é fácil, os personagens são cativantes, os ambientes são convincentes. Há verossimilhança... Recomendo. Leia mais...
    José Irmo Gonring
    As Libras Esterlinas
  • Um romance autobiográfico extremamente corajoso. Se escrever um livro já é uma grande exposição que gera todos os tipos de inseguranças e incertezas, quanto mais um romance que conta a história da sua vida. Eu acho que nunca teria essa coragem. Leia mais...
    Danyel Sueth
    Os Dalmarco
  • Estou certo de que Beije-me em Barcelona será do agrado dos jovens leitores. É uma novela de aprendizagem, de descoberta do mundo "real", da passagem de um jovem da proteção dos pais para uma vida independente. Leia mais...
    Francisco Aurélio Ribeiro
    Clarissa e o beija-flor
  • Promissora estreia de Fabio Reis, ao revelar a capacidade de nos tomar pela mão e, em meio às incertezas amorosas de um jovem par, fazer com que nos sintamos igualmente jovens a passear por ruas e praças de um velho continente. Leia mais...
    Mirian Cavalcanti
    Autora de Femina, Feminae
  • A narrativa de “Beije-me em Barcelona” não poderia ser mais prazerosa e agradável, além de simples e leve. Tudo ao mesmo tempo. A obra trata da retomada de um sonho, de uma história de amor e paixão. E é apaixonante. Leia mais...
    Nildo Gomes
    Autor de As Crônicas de Kallahas.

Todos já viveram um grande amor, mas poucos tiveram uma segunda chance.


O livro de estreia do escritor é baseado na história de amor e perdão entre ele e a esposa. Além do romance, o livro é também uma viagem cheia de detalhes pela Europa.

Esta é a história de Isaque, um jovem estudante que saiu de Vitória – ES para fazer um doutorado em Portugal. Ao descobrir que sua ex-namorada está na Espanha, ele faz uma visita e descobre que ainda a ama. Agora, indo passar a virada de ano em Barcelona, com ela e com novos amigos, Isaque se vê dividido entre ela e a namorada atual, entre aproveitar a oportunidade e o medo de machucá-la novamente, entre ser feliz e se sentir sozinho. Com um orçamento de estudante, Isaque tem menos de três dias para tomar a decisão que poderá mudar a sua vida.

Fabio
Fabio
Fabio Paiva Reis é historiador, doutor pela Universidade do Minho, em Portugal. Natural de Vitória, Espírito Santo, voltou para o Brasil em meados de 2013, quando começou a se dedicar a projetos pessoais. Escreveu “Beije-me em Barcelona”, seu primeiro romance, e foi premiado em um Edital do Funcultura 2016, da Secult-ES. Fotógrafo amador e nerd assumido, Fabio é casado com Thais, com quem tem duas lindas gatas, Jade e Mimi.

Deixe um comentário