Clipping (História do Brasil.net) – O que eram as Casas de Fundição no Brasil Colonial?

Clipping (Library of Congress) – Livros disponíveis na Biblioteca do Congresso Americano
28/01/2020
clipping-2020 historia do brasil

Citação como referência de um artigo no site História do Brasil (historiadobrasil.net).

Trecho:

O que eram as Casas de Fundição no Brasil Colonial?

Resposta:

As Casas de Fundição eram locais (espécie de repartições públicas), criados pela coroa portuguesa nas regiões de minas de ouro. Tinham a função de receber todo ouro encontrado, derreter, retirar o quinto (imposto de 20% sobre todo ouro extraído) e devolver a parte do proprietário. Essa parte, já com o imposto retirado, era devolvida em barras já com o selo real. As Casas de Fundição enviavam para Portugal todo ouro obtido com a cobrança do quinto. As Casas de Fundição foram criadas pela coroa portuguesa, para coibir a sonegação do quinto e dificultar o contrabando de ouro. Vale dizer que o ouro, para circular de forma legal, deveria possuir o selo real, o que significava que ele havia sido “quintado” (o imposto de um quinto já cobrado). Se alguma pessoa fosse pega com ouro sem o selo poderia ser presa e condenada por crime de sonegação de imposto. Os crimes eram severos, podendo ir de uma perda de bens até o exílio na África.

Bibliografia indicada sobre o tema
Consequências da descoberta do ouro
Autor: Reis, Fábio Paiva
Editora: Clube de autores
Ano: 2014
Temas do livro: História do Brasil, Ciclo do Ouro, Brasil Colonial

Fabio
Fabio
Eu sou criador de conteúdo, curioso sobre tudo e especialista em pesquisar no Google. Sou um historiador, um professor com doutorado e anos de experiência na criação de conteúdo para as áreas acadêmicas e de marketing, incluindo livros, artigos para web e posts em mídias sociais. Eu gosto de fazer as coisas acontecerem e de liderar pequenas equipes por influência para alcançar grande sucesso. Eu criei o projeto Spirito Sancto, que torna a História mais acessível, e uma editora para autores independentes. Eu também sou escritor, com um romance premiado chamado Beije-me em Barcelona e vários livros de História.

Deixe um comentário