Entrevista para a Sociedade Literária Contrada da Coruja

Clipping (Ufes) – Historiador formado pela Ufes, Fábio Reis lança livro nesta sexta-feira
13 de julho de 2017
Mapa Interativo de Beije-me em Barcelona!
13 de julho de 2017
Exibir tudo

Entrevista para a Sociedade Literária Contrada da Coruja

Escritor capixaba lança o romance “Beije-me em Barcelona”
“Chega de achar que minha vez passou, que outra pessoa vai fazê-la feliz. Talvez não haja outra pessoa. Talvez seja eu mesmo. E eu decidi, ali, olhando para ela, que eu não iria desistir.”

Fabio Paiva Reis tem uma bela história de amor, crescimento e perdão para nos contar em seu livro de estreia “Beije-me em Barcelona”, que será lançado nesta sexta-feira (14), às 19h, na Kaffa Cafeteria. Natural de Vitória, Espírito Santo, o historiador viveu dois anos na Europa, onde realizou o seu doutorado e reencontrou um grande amor do passado. Melhor dizendo, o grande amor de sua vida.

Para narrar esse reencontro inusitado e cheio de romantismo, além de sua trajetória no Velho Mundo, repleta de descobertas, encantos e também dificuldades, Fabio se transformou no personagem Isaque, que busca aproveitar essa chance valiosa de reconquistar Luísa. No caminho, o leitor pode acompanhar a história com riqueza de detalhes e ter a prazerosa sensação de passear junto com eles por diversos lugares.

Conversamos com o autor sobre a experiência de escrever e publicar “Beije-me em Barcelona”, que foi premiado em um Edital do Funcultura 2016 da Secult-ES e que todos estão convidados a conhecer e se apaixonar.

Contrada da Coruja: Como surgiu a ideia de contar essa história de amor em um livro?

Fabio Reis: A ideia do livro surgiu na época em que fiquei noivo. Nossa história era tão longa e nossos amigos ficaram tão surpresos e animados, que estavam sempre dizendo que a nossa era uma história de amor digna de um livro. Eu nunca tinha escrito um, mas resolvi abraçar a causa e colocar a história no papel.

 

CC: Antes disso você já sonhava em ser escritor e publicar?

FR: Há muitos anos pensava em escrever algo, mas nunca soube bem o que escrever. Por um tempo pensei em fazer roteiros, pois sou apaixonado por cinema, mas sendo um leitor assíduo e tendo um pai escritor, acabei escolhendo a literatura.

CC: O Isaque e o Fabio são a mesma pessoa ou tem uma pitada de fantasia no meio desse romance baseado em fatos reais?

FR: Esta é uma pergunta que já estão me fazendo muito! Isaque e Fabio são praticamente a mesma pessoa. As principais diferenças do livro para a vida real estão nos personagens de apoio, que eu utilizei para encaminhar a história para o caminho que eu queria.

CC: Você enfrentou alguma dificuldade ou receio neste processo de contar para o público uma história “pessoal”?

FR: Tive algum receio quando comecei a entrar na ficção, que, como falei, acontece muito com os personagens secundários da história. Foi inclusive nessa hora que decidi que trocaria os nomes. Além de proteger meus amigos, acabei fazendo com que a história não fosse só minha, mas que pudesse ser de todos, de qualquer um.

CC: A respeito do futuro, você tem planos de continuar produzindo literatura?

FR: Com certeza! Ser selecionado no edital do Funcultura, da Secult-ES, foi um grande incentivo para mim, pois me fez acreditar que estou no caminho certo. Além disso, enviei o livro para algumas pessoas bem antes de ele ser publicado e as reações foram muito positivas. Uma coisa que todos falaram é que gostariam de continuar acompanhando a história de Isaque e Luisa. Fiquei muito feliz com isso, e espero um dia poder falar de outros beijos, em outros lugares.

 

“Eu realmente gosto dela. Eu amo a Luísa. Mas eu não sei quantas chances ela me daria, nem se ela vai me dar mais uma. O que sei é que eu não gostaria de desperdiçar essa chance aqui, agora.”

Lançamento:
Data: Sexta-feira (14/07)
Horário: 19h
Local: Kaffa Cafeteria, na Rua Darcy Grijó, Jardim da Penha – Vitória (ES)
Valor do livro: R$ 20,00

Fabio
Fabio
Fabio Paiva Reis é historiador, doutor pela Universidade do Minho, em Portugal. Natural de Vitória, Espírito Santo, voltou para o Brasil em meados de 2013, quando começou a se dedicar a projetos pessoais. Escreveu “Beije-me em Barcelona”, seu primeiro romance, e foi premiado em um Edital do Funcultura 2016, da Secult-ES. Fotógrafo amador e nerd assumido, Fabio é casado com Thais, com quem tem duas lindas gatas, Jade e Mimi.

Deixe um comentário